Receita de Acarajé, História e Tradição Deste Alimento Sagrado

Você sabe o que é acarajé? Apesar do nome popular, nem todo mundo sabe do que se trata este prato que é um símbolo da Bahia. Pensando nisso, elaboramos este conteúdo com receita de acarajé tradicional e algumas curiosidades sobre o prato.

O popular bolinho de feijão-fradinho, frito em azeite de dendê, como mencionado acima, é um símbolo da comida baiana e uma oferenda sagrada ao candomblé.

O acarajé é um prato muito comum na região Ocidental da África, mas apresenta nomes diferentes em cada país.

Existem muitas controvérsias quanto à origem do acarajé e quando o prato chegou ao Brasil. Contudo acredita-se que os escravos que vieram de Benim entre o fim do século XVIII e o início do século XIX, trouxeram essa iguaria para as terras brasileiras.

Então se você gosta de história e cultura, continue a leitura, pois este conteúdo de curiosidades e receita de acarajé, está imperdível. Vamos lá?

Receita de Acarajé: Preparação do prato oferecido aos orixás

Imagem mostra receita de acarajé sendo preparada.

Se você está curioso para saber o que tem no acarajé oferecido aos orixás, este conteúdo de receita de acarajé é ideal para você.

O Acarajé oferecido aos orixás é um bolinho de feijão fradinho frito e só pode ser preparado por filhos de santo.

E dependendo do tipo de oferenda, o acarajé pode ser feito de diferentes formas e tamanhos. Mas a receita não pode ser modificada.

Ou seja, quando preparado para Iansã na forma de oferenda mesmo, o acarajé é sempre frito e sem nenhum complemento.

Enfim, esse  acarajé é diferente daqueles comercializados nas esquinas de ruas na Bahia, que contém diversos complementos como camarão e, em alguns casos, até vinagrete.

Acarajé e candomblé: Entenda o significado

Antes de aprofundar nas curiosidades e receita de acarajé é muito importante que você entenda o significado do termo acarajé.

O acarajé tem origem em iorubá, uma língua africana em que “akara” quer dizer bola de fogo e, je significa “comer”. Logo, os dois termos juntos dão origem à expressão “comer bola de fogo”, diretamente relacionada com a história de Xangô e Iansã.

De acordo com a história, Iansã, esposa de Xangô, foi à casa de Ifá buscar um alimento para seu esposo. 

Ao entregar a comida para Iansã, Ifá recomendou que seu marido falasse ao povo depois de comer. Desconfiada, Iansã experimentou a iguaria antes de entregar ao esposo, porém nada aconteceu.

Ao chegar em casa, Iansã entregou o prato para Xangô e repassou a indicação que recebeu de Ifá. O esposo seguiu as indicações e, enquanto ele falava com o povo, labaredas saíram de sua boca.

Por esse motivo, Xangô começou a ser saudado pelo povo como os grandes reis do povo.

Continue a leitura e confira algumas curiosidade do acarajé e a história do Brasil.

Curiosidades do acarajé e a história do Brasil

Imagem de um apetitoso prato tradicional da comida baiana: o Acarajé

Como dito no início deste artigo, a receita de acarajé chegou ao Brasil trazida pelos escravos que vieram da África. Desta forma, podemos dizer que o acarajé também é uma comida afro-brasileira.

Naquela época existiam escravas de ganho, cuja função era ir para as ruas e vender mercadorias para as patroas. Elas comercializam diversos itens, entre eles:

  • Peixes fritos;
  • Mingau;
  • Acarajés;
  • Bolos;
  • Cocadas, entre outros.

Depois do trabalho, as escravas ficavam com uma pequena porcentagem e repassavam a maior parte do lucro para as patroas. Por isso, muitas conseguiram sustentar suas famílias, além de comprar a própria liberdade.

O lucro dessas vendas também ajudou no financiamento de terreiros de candomblé e na criação de irmandades religiosas.

As mulheres continuaram o trabalho após o período escravocrata e, nos dias de hoje são conhecidas como as baianas do acarajé. Elas são facilmente reconhecidas pela vestimenta: vestido longo branco, pano na cabeça, adereços e colares.

O trabalho das baianas do acarajé é considerado Patrimônio Nacional. Encontrar uma baiana do acarajé é muito fácil. E mesmo que não seja mais exclusividade das baianas do acarajé, o prato continua ligado à fé.

Vale ressaltar que o acarajé comercializado nas ruas é diferente daquele oferecido aos orixás: um bolinho de feijão-fradinho frito no dendê, e o que vai como complemento pode variar.

Além disso,as baianas perguntam aos clientes se eles querem comer acarajé quente ou frio, causando uma certa confusão nos turistas. 

Anote essa dica: o acarajé quente é preparado com muita pimenta, enquanto o frios, dispensa o tempero.

Agora que você já sabe o que é o acarajé e qual a história por trás de um dos símbolos da comida baiana, confira algumas receitas de acarajé

Receita de acarajé tradicional da Bahia e acarajé completo

Veja agora uma receita de acarajé tradicional da Bahia e uma receita de acarajé completo caso queira dar aquela incrementada no prato que é conhecido como uma das mais tradicionais especiarias populares do Brasil.

Acarajé tradicional da Bahia

Imagem mostra o acarajé prato símbolo da Bahia.

Se você nunca experimentou essa iguaria ou deseja aprender a fazer em casa, confira agora uma receita de acarajé tradicional da Bahia.

Ingredientes:

  • 1 quilo de feijão fradinho;
  • ½ litro de azeite de dendê para fritar;
  • 1 cebola média;
  • 1 colher de sal;
  • Pimenta-do-reino branca (uma pitada)

Modo de  fazer:

Para fazer o acarajé tradicional da Bahia, escolha o feijão, coloque em um processador e pressione ‘pulse” para que triture levemente.

Em seguida, despeje os feijões em uma tigela e cubra com água fria. Deixe de molho por algumas horas, esfregando diversas vezes com as mãos para que as casquinhas se soltem.

Quando já não restar mais casca de feijão, retire toda a água e coloque novamente os feijões no processador.

Adicione a cebola picada, tempere com sal e a pimenta do reino, e bata até formar uma massa cremosa, mas consistente.

Em uma panela ou frigideira, coloque o azeite de dendê e esquente. Em uma tigela, coloque a massa do acarajé e bata com uma colher de pau para arear. Quanto mais areada estiver a massa, melhor será a consistência do seu acarajé.

Depois, vá fritando o acarajé às colheradas, dois a dois no máximo, até que fiquem bem douradinhos.

Enfim, sirva o acarajé tradicional da culinária da Bahia, recheado com vatapá de camarão, molho vinagrete, entre outras guarnições a seu gosto.

Receita de Acarajé completo

Imagem mostra receita de acarajé com vatapá

E não poderia faltar uma receita de acarajé completo, não é mesmo? Confira!

Ingredientes:

  • 500 gramas de feijão fradinho
  • 5 colheres de cebola ralada, sal a gosto, três xícaras de azeite de dendê;
  • 200 gramas de camarão;
  • vinagrete
  • 3 tomates picados;
  • 1 cebola picada;
  • 1 colher de coentro;
  • Sal, pimenta-do-reino- e azeite a gosto;

Para o vatapá:

  • 2 pães franceses;
  • 600 ml de leite de coco;
  • 1 xícara e meia de farinha de trigo;
  • ½ xícara de amendoim torrado;
  • ½ xícara de castanha de cajú;
  • 1 colher de gengibre em lascas;
  • 1 cebola picada;
  • 2 dentes de alho;
  • 500 gramas de camarão
  • Coentro moído, sal,e pimenta-do-reino a gosto;
  • Uma pimenta dedo de moça com semente;
  • 1 colher de molho de pimenta vermelha;
  • ½ xícara de azeite de dendê.

Modo de fazer:

Em primeiro momento, para prepara a sua receita de acarajé completo, coloque o feijão de molho, descasque-o e bata no liquidificador até virar uma massa. Adicione a cebola, sal e bata mais um pouco.

Despeje a mistura em uma colher grande e bata com uma colher até dobrar de volume. Frite às colheradas no azeite de dendê bem quente, escorra em papel toalha, e depois, reserve.

Misture os ingredientes do vinagrete em uma tigela e deixe reservado também.

Para preparar o vatapá, coloque o pão de molho na metade do leite de coco, deixando descansar por duas horas.

Bata os pães no liquidificador com o restante dos ingredientes até misturar, menos a farinha de trigo e o azeite de dendê.

Leve a mistura aos poucos e adicione aos poucos o restante do leite de coco, a farinha e o azeite de dendê,em seguida tempere com sal e cozinhe por 20 minutos.

Finalmente, corte os acarajés reservados ao meio e recheie com o vinagrete, o vatapá e decore com os camarões. Agora é só servir.

Então, se você deseja trazer um pouquinho do maravilhoso estado da Bahia para dentro de casa, a dica é apostar na preparação desta deliciosa receita de acarajé. Bom apetite ao saborear este prato da culinária baiana e também muito presente na comida cearense.

Deixe uma resposta